Projeto Mediadores Municipais e Interculturais no Concelho de Castelo Branco

 

A Entidade Promotora do Projeto Mediadores Municipais e Interculturais no Concelho de Castelo Branco, é a Câmara Municipal de Castelo Branco (CMCB).
Trata-se de um projeto financiado no âmbito do POISE e o Alto Comissariado para as Migrações (ACM) assume-se como organismo intermédio, determinando na sua missão o trabalho em equipa com outras entidades competentes, com vista a combater todas as formas de discriminação em função da raça, nacionalidade, origem étnica ou religião.
A CMCB definiu como primeira entidade parceira a Amato Lusitano – Associação de Desenvolvimento para operacionalizar o projeto.
A  intervenção visa trabalhar com a comunidade cigana e população migrante, de acordo com as prioridades da Estratégia Nacional para a Inclusão das Comunidades Ciganas e do Plano Estratégico para as Migrações.

Para alcançar este desiderato importou consolidar os mecanismos de maximização solidificando parcerias, tendo as intervenções no eixo da  Saúde recaído na Unidade de Cuidados na Comunidade de Castelo Branco (UCCCB). Esta desempenha um papel crucial, dando cumprimento ao explanado na  “Estratégia Nacional para a Integração das Comunidades Ciganas”, criada pela Resolução do Conselho de Ministros nº 25/2013, de 17 de Abril, que recomenda que as Unidades de Cuidados na Comunidade (UCC), assegurem a colaboração neste domínio.

A UCCCB assume que a  mediação intercultural é estratégica no reforço da integração das populações mais vulneráveis, bem como no aprofundamento do diálogo intercultural entre as várias comunidades, e a sociedade de acolhimento, na promoção da coesão social e na melhoria da qualidade de vida, de todos os cidadãos que  habitam no município de Castelo Branco.
Dando continuidade ao trabalho iniciado no ano de 2020, delineamos seis ações para o primeiro semestre de 2021, tendo acompanhado 206 utentes:

  • Bairro Portas do Sol – dia 10 de março das 09:00 às 12:00;
  • Bairro Henrique Carvalhão – dia 16 de março das 09:00 às 12:00;
  • Bairro S. Tiago – dia 23 de março das 09:00 às 12:00;
  • Bairro Castelo – dia 30 de abril das 09:00 às 12:00;
  • Monforte da Beira – dia 7 de maio das 09:00 às 12:00;
  • Associação Amato Lusitano – dia 23 de junho das 14:00 às 17:00.

A realização destas intervenções permitem à UCCCB reforçar as relações com a Comunidade, com as Entidades Parceiras, e em simultâneo dar continuidade às prioridades estabelecidas no “ Eixo da Saúde da Estratégia Nacional para a Integração das Comunidades Migrantes”:

  • nº37 – Promover ações de formação/informação sobre educação para a saúde;
  •  nº40 – Criar e /ou aprofundar as relações de proximidade entre os serviços de saúde e as comunidades migrantes, estabelecendo pontes e dinamizando parcerias.

Alto Comissariado para as Migrações

Serviço de tradução telefónica (STT)

Idiomas e dialetos para os quais existe tradutor no STT

Fonte da Imagem da Notícia